Adufersa protocola ação contra suspensão do pagamento de adicional de insalubridade dos docentes da Ufersa

A Adufersa protocolou uma ação visando a retomada do pagamento de adicional de insalubridade aos professores e professoras da Ufersa. De acordo com a assessoria jurídica do sindicato, a ação já foi distribuída para a Oitava Vara da Justiça Federal de Mossoró sob o nº 0800870-52.2020.4.05.8401, devendo ser julgada em breve.

O pagamento da insalubridade foi suspenso após a Instrução Normativa Nº 28, publicada pelo Ministério da Economia, que suspende benefícios para servidores públicos federais que estão em trabalho remoto em decorrência da pandemia de Coronavírus.

“A expectativa da Adufersa é que a ação traga um resultado positivo. A retirada do adicional de insalubridade, bem como de outros direitos durante o período da pandemia, é algo injustificável, pois estamos trabalhando em condições adversas, tendo que nos adaptar a uma situação completamente nova. Além disso, ainda convivemos com o risco diário de contaminação pelo Coronavírus. Não é momento para retirar direitos, e sim para assegurá-los”, destacou o Presidente da Adufersa, Joaquim Pinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *