Nota da Diretoria da ADUFERSA

Nota da Diretoria da ADUFERSA

Nota da Diretoria da ADUFERSA

A Diretoria da ADUFERSA vem, por meio desta nota, repudiar os termos da Portaria UFERSA/GAB 007/2021, referente às normas e procedimentos a serem adotados na solenidade de colação de grau, pelas razões que se seguem:

  1. Em seu artigo 9º, a Portaria dispõe que “durante a cerimônia, os alunos representantes deverão abster-se de realizar atos que possam importar em ofensa e desrespeito aos demais integrantes da comunidade acadêmica, assim como protestos de qualquer natureza, consoante determinação do art. 254, inciso IV, e 268, inciso VI, do Regimento da UFERSA” e que “em caso de protestos ou atos de desrespeito para com os integrantes da Cerimônia, a participação do discente será suspensa, podendo ser instaurado procedimento apuratório que poderá culminar em aplicação da pena de advertência, suspensão ou desvinculação da instituição, conforme determina o art. 269 do Regimento”.

Ler mais

Em 2021, defender uma Universidade pública e democrática e a carreira docente

Em 2021, defender uma Universidade pública e democrática e a carreira docente

 

Ao longo de 2020, a gestão da educação superior no Brasil foi marcada não apenas pela ausência de propostas capazes de aperfeiçoar o desenvolvimento científico e tecnológico do país. Assim como no ano de 2019, o Governo Federal tentou levar a cabo um projeto de efetiva desestruturação da Universidade Pública. Passam-se, assim, dois anos durante os quais a instituição universitária e os servidores que a constroem cotidianamente, em especial os servidores docentes, são tratados pelo governo como inimigos a serem combatidos.

Em meio à pandemia e buscando “passar a boiada”, o Poder Executivo enviou, no mês de setembro, uma proposta de Reforma Administrativa ao Congresso Nacional, com o objetivo de desmontar o regime de estabilidade dos servidores, o que pode afetar duramente não apenas a vida das diversas categorias impactadas, mas a própria qualidade da prestação do serviço, já tão impactada pelas restrições orçamentárias. A expansão do clientelismo, a precarização, a desestabilização e a descontinuidade dos serviços prestados à população são a consequência evidente desse tipo de política.

Ao mesmo tempo, Governo Federal e Congresso Nacional buscaram dar andamento ao processo de aprovação da chamada “PEC Emergencial”. Através dela, seria possibilitada não apenas a suspensão de progressões, de promoções e da realização de concursos públicos, como também seria autorizada uma redução dos vencimentos de servidores públicos, com redução de jornada, de até 25%. Tal redução poderia ser implementada, nos termos da PEC, a partir de um simples ato normativo do Poder Executivo, sem qualquer tipo de discussão com os trabalhadores impactados e mesmo sem qualquer crivo do Poder Legislativo. Imagine-se o efeito social de medidas como essa, reduzindo-se as jornadas de trabalho de médicos, professores, entre outros profissionais. Como se vê, trata-se de um projeto de efetivo desmonte dos serviços públicos, acompanhado de uma duríssima imposição aos servidores que, diante da necessidade de sustentar suas famílias, restariam em uma situação de extrema fragilidade para honrar seus mais básicos compromissos financeiros.

Como se isso não fosse o bastante, em 2020, o Governo Federal acelerou sua política, já iniciada em 2019, de intervenções nas Reitorias das Instituições Federais de Ensino Superior. Já são 17 candidatos nomeados de forma autoritária, sem que se respeite as consultas internas às instituições, violando-se gravemente, assim, a autonomia e a democracia universitárias. Não se trata de situações pontuais, mas, sim, de uma atuação sistemática para impor uma agenda político-ideológica às Universidades; uma agenda que parte exatamente do pressuposto de que a Universidade e os docentes são inimigos a serem combatidos, através da precarização da educação pública e da carreira docente e de restrições à liberdade de cátedra. O autoritarismo constitutivo desse processo, por sua vez, é parte de um projeto não apenas de universidade, mas de um projeto de sociedade. É nesse contexto que, hoje, a UFERSA está diretamente inserida.

Apesar das limitações impostas pelo – necessário, imprescindível – isolamento social, a Adufersa, junto ao ANDES-SN, buscou levar à frente a discussão e as ações coletivas ligadas a esses temas. Destacadamente, e sempre a partir do debate e da deliberação realizada pelo conjunto da categoria, buscamos, através de um conjunto de ações, expressar a reivindicação pelo respeito à consulta universitária realizada em junho de 2020 para a definição da Reitoria da UFERSA. Não há dúvidas de que esse era, desde o início, o anseio da comunidade ufersiana, como revelam as assembleias realizadas ao longo do ano.

Se o contexto pandêmico é delicado, por outro lado, ele revelou a importância do serviço público e do seu corpo de trabalhadores. Não apenas o papel do SUS, mas também a produção de conhecimento e as atividades extensionistas das universidades públicas tiveram sua relevância ainda mais reconhecida pela sociedade ao longo desse período.

Em 2021, esperamos que os docentes – junto aos servidores técnicos, aos discentes e ao conjunto da sociedade – possam contribuir ainda mais com a superação desse cenário tão difícil. Mais do que isso, esperamos que nossa categoria aperfeiçoe sua capacidade de organização e ação coletiva, no sentido da defesa de nossos direitos, da instituição universitária – como símbolo da cultura e da democracia – e da UFERSA como um patrimônio do semiárido.

É com essa mensagem, e com essa esperança, que gostaríamos de desejar às associadas e aos associados da ADUFERSA um 2021 de muitas realizações individuais e coletivas. Que possamos nos fortalecer mutuamente para superar as adversidades e fazer florescer uma Universidade e uma sociedade cada vez mais plurais, democráticas e inclusivas.

Diretoria da Adufersa

Plenária e ato online em defesa da autonomia e democracia nas Instituições federais de ensino

Plenária e ato online em defesa da autonomia e democracia nas Instituições federais de ensino

Amanhã (08.12), participe da Plenária e ato online em Defesa da Autonomia e Democracia nas Instituições Federais de Ensino. A partir das 18h30 estaremos ao vivo nas redes sociais das diversas entidades que assinam este ato. Nossa transmissão vai acontecer da sede da ADUNB e retransmitida também pelos canais do ANDES-SN.

Contaremos com a presença de reitores/as eleitos/as não empossados/as, parlamentares, lideranças, entidades representativas, comunidade acadêmica e sociedade geral!

Venha conosco e participe dessa campanha!

Assinam este ato: ANDES-SN, ANPG, ASFOC-SN, ASSIBGE, FASUBRA, SINASEFE, UNE, UBES, FENET.

Ato em defesa da democracia na UFERSA hoje (30)

Ato em defesa da democracia na UFERSA hoje (30)

A ADUFERSA convida toda a categoria a participar da Plenária de 100 dias de Golpe na Ufersa, mobilização organizada pelas entidades representativas da universidade na luta pelo restabelecimento pleno da democracia interna na instituição. A atividade acontece hoje (30) a partir das 17h, no estacionamento do CRDH.

Programação:

17h00 – Abertura cultural com o Poeta Antônio Francisco e com o Reitor Eleito da UFERSA

17h30 – Participação online dos Reitores Eleitos e não empossados das IFES

18h00 – Entendendo os processos judiciais contra Ludimilla e em defesa da autonomia universitária (Daniel Pessoa – Advogada da ACP e Olavo Hamilton – Conselheiro Federal da OAB)

18h30 – Apresentação do calendário de lutas contra a Intervenção na UFERSA

Chapa Democracia e Autonomia é eleita para dirigir ADUFERSA

Chapa Democracia e Autonomia é eleita para dirigir ADUFERSA

Professor Claudio Rocha, do Campus de Pau dos Ferros é o novo presidente da entidade

A Adufersa – Associação dos Docentes da Ufersa – realizou durante o dia de hoje (26) o processo de eleições da entidade para o biênio 2020 – 2022. O processo eleitoral ocorreu de forma virtual a partir das 8h e foi encerrado às 18h, contando com uma boa participação de associados e associadas.

A chapa Democracia e Autonomia, que tem como presidente o docente Cláudio Rocha, teve 95% dos votos válidos da categoria (confira o detalhamento da votação ao final). Na oportunidade também foi eleito o Conselho de representantes que é constituído de docentes dos Campi e Centros da universidade. Ler mais

É hoje! Vote e participe do processo eleitoral da ADUFERSA

É hoje!  Vote e participe do processo eleitoral da ADUFERSA

É fácil votar na Eleição da Adufersa. Confira o passo a passo

Passo 1: Enviar um e-mail para [email protected] solicitando a *Chave de Acesso de votação* A comissão eleitoral irá conferir os dados do associado ou associada e retorna enviando uma chave de acesso (senha) ao solicitante. As chaves de acesso só começarão a ser enviadas na quinta-feira, a partir das 8h, portanto só serão respondidas as solicitações a partir desta data e horário. 

Ler mais

Edital de Convocação de Eleição – Retificação

Edital de Convocação de Eleição – Retificação

Mossoró/RN, 09 de novembro de 2020

Edital de Convocação de Eleição – Retificação

O Presidente da ADUFERSA/SSd, no uso de suas atribuições legais e regimentais e em cumprimento aos artigos 28, 32, inciso VIII, 45 ao 54 do Estatuto da ADUFERSA, pelo presente retifica as datas estabelecidas no edital convocatório do dia 27 de outubro de 2020, nos seguintes termos:

  1. a) Prazo máximo para inscrição chapas: até o dia 11 de novembro de 2020;
  1. b) Data de realização da eleição: dia 26 de novembro de 2020;

Reforce-se que a eleição ocorrerá de forma virtual, das 08:00h às 18:00h, conforme faculta a Lei e sobretudo considerando as circunstâncias e limitações decorrentes da pandemia internacional do coronavírus (COVID-19), assegurando-se a mais ampla divulgação, transparência e participação dos Associados.

Permanecem em vigor todas as demais previsões e ritos constantes no Edital convocatório do dia 27 de outubro de 2020 que não tenham sido expressamente alteradas por esta retificação.

Publique-se, registre-se, cumpra-se.

Mossoró, RN, 09 de novembro de 2020.

Joaquim Pinheiro de Araújo

Presidente da ADUFERSA