Docentes da UFERSA aderem à paralisação do dia 18

Docentes da UFERSA aderem à paralisação do dia 18

Professores e professoras da Universidade Federal Rural do Semi Árido (Ufersa), reunidos em assembleia que foi realizada nos quatro campi da instituição entre os dias 11 e 12 de março, aprovaram adesão à paralisação geral que será realizada nacionalmente na próxima quarta-feira (18).

A data, que foi definida após amplo debate entre as principais centrais sindicais e pela União Nacional dos Estudantes (UNE) tem como mote fundamental a luta contra os ataques do Governo Federal à educação e os direitos sociais. Ler mais

Adufersa realiza assembleias para discutir paralisação no dia 18

Adufersa realiza assembleias para discutir paralisação no dia 18

Professores e professoras da Ufersa participam de Assembleia Geral, que será realizada nos quatro campi da instituição durante a próxima semana, e tem como ponto de pauta a discussão e deliberação sobre a participação da categoria nas manifestações do dia 18 de março.

A paralisação, que está sendo convocada nacionalmente pelas Centrais sindicais e também pela União Nacional dos Estudantes (UNE),tem como principal morte a luta contra a reforma administrativa e em defesa da educação pública brasileira

Ler mais

Delegação da ADUEFERSA participa do 39º Congresso do Andes/SN

Delegação da ADUEFERSA participa do 39º Congresso do Andes/SN

A delegação da ADUFERSA participa do 39º Congresso do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes/SN) que é considerado o maior espaço de discussão e deliberação do movimento docente Brasileiro. Em 2020, o evento tem como tema central “Por liberdades democráticas, autonomia universitária e em defesa da educação pública e gratuita”. O espaço teve início no dia 4 e encerra suas atividades amanhã (08).

Participaram como delegados da ADUFERSA os docentes Jusciane da Costa e Silva (C&T – Mossoró), Sueldes de Araújo, (Licenciaturas: Computação e Informática; e Pedagogia – Angicos), Francisco Souto de Sousa Júnior (Licenciatura em Educação do Campo), Antonio Ronaldo Gomes Garcia (BCT) e  Claudio de Sousa Rocha (C&T , Tecnologia da Informação e Arquitetura  Pau dos Ferros)

Confira as fotos da participação dos delegados no evento

A Diretoria da ADUFERSA vem convidar todos (as) os (as) docentes para participarem da reunião com o Assessor Jurídico, Raul Santos, a ser realizada em 23/01/2020 (quinta-feira), às 10h30min no AUDITÓRIO DO NEAD.  A reunião tratará de assuntos Jurídicos e  será transmitida ao vivo pelo canal do YOUTUBE-NEAD UFERSA e o FACEBOOK DA ADUFERSA. Assim, você poderá participar e tirar suas dúvidas. 

Seguem os links para acompanhar

2020: defender nossos direitos e fortalecer a Universidade pública

 

O ano de 2019 ficará marcado na memória da sociedade e em particular dos servidores públicos, incluindo os docentes das instituições federais, por gestos e intenções por parte do atual governo federal que atacam profundamente os direitos trabalhistas e sociais historicamente conquistados, a exemplo daqueles referentes à educação e às universidades federais. Essa afirmação pode ser sintetizada em três atos.

O primeiro deles, em abril, refere-se a um pronunciamento do Ministro da Educação, afirmando que cortaria recursos de algumas universidades por estarem, segundo ele, fazendo ¨balbúrdia”. Tal medida repercutiu muito negativamente, dentro e fora das universidades. Mas, ao invés da autocrítica, o Ministro simplesmente ampliou a proposta de cortes para todas as instituições federais de ensino superior. Caso esse contingenciamento no financiamento de custeio e capital tivesse sido concretizado plenamente, certamente inviabilizaria o funcionamento das Universidades e Institutos federais.

O segundo ato foi o lançamento do Projeto “Future-se”, que, em síntese, significa quebrar a autonomia universitária e seu sentido público, tornando-as dependentes de improváveis financiamentos de grandes empresas. Caso tal projeto se concretize, a maioria das universidades, apesar de seu importante papel social, educacional e científico nas diversas regiões do país, terá sua sobrevivência gravemente comprometida.

O terceiro ato, já no mês de novembro, foi o anúncio de uma reforma administrativa (as PEC’s neoliberais dos Fundos Públicos e do Pacto Federativo) que, entre outras barbaridades capazes de provocar um verdadeiro desmonte do Estado brasileiro, suspenderia concursos, promoções e progressões de carreiras dos servidores públicos, além de permitir o congelamento e mesmo a redução de vencimentos em até 25%. Tudo para gerar mais superávit primário e atender os interesses dos credores da dívida pública.  

Em resposta a essa série de ataques, estudantes, docentes, técnicos e amplos setores da sociedade se mobilizaram de diferentes formas em defesa dos direitos sociais e democráticos conquistados nas últimas décadas, no que se inclui a defesa da universidade pública e de seu caráter laico, gratuito e de qualidade. Foram manifestações em grandes, médias e pequenas cidades de todo o país. Nesse processo de mobilizações, especialmente no dia 15 de maio, a ADUFERSA participou com protagonismo em Angicos, Caraúbas, Mossoró e Pau dos Ferros.

Em 2020, os desafios permanecem, e é necessário que a categoria permaneça mais atenta, mobilizada e consciente da necessidade de participação e fortalecimento dos espaços coletivos de ação e decisão como condição necessária para a defesa dos nossos direitos, da universidade e da UFERSA como patrimônio do semiárido.

É com essa leitura de desafios, possibilidades e esperanças que desejamos aos sócios e às sócias da ADUFERSA ‘um 2020’ de muitas realizações individuais e coletivas.

Diretoria da Adufersa